quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Desafio dos 40 Jogos - N°6 - Jogo que lembra minha infância.

Antes tarde do que nunca, como o post de Festinhas de hoje. Cheguei minha gente e já vamos logo pro assunto: JOGO QUE LEMBRA A MINHA INFÂNCIA.

Tem muitos. 102 Dálmatas se encaixa melhor aqui, por exemplo. Os já citados Banjo-Kazooie, Marvel Super Heroes, DBZ. Todos eles, e outros que ainda irão aparecer no desafio, poderiam ser escolhidos para esse posto. Por isso que ele tem que ir para algum jogo especial, que possa representar dignamente a infância incrível que eu tive. Por isso eu escolhi MUPPET MONSTER ADVENTURE




Vish, conheciam esse? Pelo jeito como ele NUNCA é mencionado em nenhuma lista de ótimos jogos de PS1, imagino que poucos o tenham VIVIDO.

Sim, VIVIDO, pois isso aqui não é um jogo, é uma experiência de vida :3



Muppet Monster Adventure. O quê você consegue esperar desse título, só olhando essa capa bizarra? Espera um puzzle? Um jogo-musical? Não meus colegas, isso aqui é um PUTA jogo de aventura.

A história é a seguinte: Os Muppets visitam um castelo antigo, eles estão de férias e KermitCACO, o sapo, está levando seu sobrinho, Robin, junto dele. Por ser a única criança da viagem, Robin é o mais animado, e também o mais assustado, principalmente quando todos chegam na porta do castelo e a porta deste se abre, por onde sai uma figura misteriosa. Isso é suficiente para Robin desmaiar, só acordando um tempo depois, em um laboratório subterrâneo com 3 Muppets, sendo eles Beaker (meep!), Dr. Bunsen Honeydew e, O MELHOR MUPPET DA HISTÓRIA DAS MARIONETES, PEPE!


"Okay?"

Ali, eles te avisam que os Muppets foram atacados e transformados em monstros por causa da energia maligna do castelo, a mesma energia que está afetando o vilarejo em volta da construção. Pepe entrega à Robin a Power Glove, uma arma capaz de retirar a energia do mal das criaturas. Quando ele tiver coletado toda a energia, incluindo aquela que infectou seus amigos, ele terá salvo o dia.



E aí, como é essa noba de jogo? Bem, você basicamente se aventura por diversas fases coletando estrelinhas e destruindo os monstros com sua luva Ironman da Nerf. Um diferencial maneiro aqui é que, nas três primeiras fases, mais ou menos, você coleta Tokens dos seus amigos. Quando você pega todos os tokens de determinado Muppet, o Gonzo por exemplo, tu ganha a habilidade do monstro em que aquele personagem virou. Nesse caso, o Gonzo vira um vampiro, então sua nova habilidade é virar um morcego e planar pela fase. Isso torna a jogabilidade bem melhor, permitindo mais do que apenas pular e matar inimigos.

Conforme tu avança nas fases, tu enfrenta os Muppets possuídos por Baal e os livra da maldição. São batalhas maneiras mas obviamente não tão difíceis quanto o Wesker no RE5. Como um bom jogo de aventura, este também vem recheado de puzzles, simples, claro, mas elementos cruciais para a fase não ficar repetitiva.



Podem pular a opening repetida.

É, ele ainda tem vários coletáveis na fase, como vida, as estrelas, os corações, tokens.

Vendo esse vídeo acima, pude sentir o gosto de bolinha de queijo das minhas festas de aniversário. Esse título era um dos meus favoritos, e nunca enjoava!

Conheci e amei os Muppets através deste jogo. Imagino que, para quem já era fã dessas marionetes antes, este jogo tenha sido uma bela adaptação de mídia. O fato dele deixar eu controlar o menino Robin, e não o Kermit, ajudou na identificação com o personagem, que apesar de tudo ainda é um sapo. E todo esse clima de Halloween do jogo só combina ainda mais com o dia de hoje.

COMO ERA FODA virar a porra do morcego e planar, por mais que mais pra frente isso deixe de ser legal. A ideia de você transformar esses personagens em MONSTROS, e ter transformações e enfim, meu deus, que jogo mais foda!

Eu ainda devo ter esse CD jogado por algum lugar, mas provavelmente colocarei o jogo no psp e reviverei os gloriosos dias de Toonami com bolacha água e sal com doce de leite.



Então, após esse breve post, volto pra minha toca de nostalgia líquida. E vocês voltem para as suas vidas, amanhã eu lhes salvo do tédio mais um pouco.


Até :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário